Seminário de Imersão DANNEMANN : Como funciona esta experiência exclusiva de aprendizado?

Seminário de Imersão DANNEMANN : Como funciona esta experiência exclusiva de aprendizado?

Entre os dias 10/03/2022 e 12/03/2022 ocorreu o 2o Seminário de Imersão DANNEMANN, no recôncavo baiano, berço do charuto no Brasil.

Mas, como funciona e do que se trata esta experiência?

O seminário de imersão é um curso profundo sobre todo o processo produtivo de um charuto, os participantes aprendem detalhes que vão desde a semente de tabaco até o charuto pronto! Por fim, podem criar o seu próprio blend e ter o seu charuto personalizado.

Abaixo, conto detalhes de como funciona cada dia desta experiência.


Chegada

Todos os participantes chegaram um dia antes (09/03/2022).

Um micro ônibus muito confortável faz o traslado do aeroporto de Salvador até a cidade de Cachoeira.

Todos ficaram hospedados na Pousada do Convento, um local muito icônico e de muita história para a cidade.

A noite todos participaram de um jantar com comida típica em um restaurante próximo do hotel, destaque para a moqueca de camarão com banana da terra.


Dia 1


O primeiro dia de atividades começa cedo, as 7:30h todos já estão dentro do micro-ônibus rumo a Terra DANNEMANN, ao chegar lá, nos deparamos com um material didático de alto nível, apostila, fichário (personalizados com o nome de cada um) caneta, lápis, borracha, apontador, etc!

O primeiro instrutor a se apresentar é o Arthur Avedissian, especialista no mercado de charutos, gerente comercial e Cigar Sommelier, que se apresenta e segue com uma aula sobre história e terroir, muito importante para o início da programação.

Logo após fazemos uma pausa para um coffee break, e seguimos com o segundo instrutor do seminário, Geraldo de Menezes, que o é diretor geral da DANNEMANN no Brasil, o tema agora é uma introdução a Terra DANNEMANN, onde conhecemos toda a história da empresa, que faz 150 anos agora em 2022.

Depois disso entramos no próximo tema do seminário, nomeado de “Nossas Capas”, nesse processo iremos entender tudo que envolve a produção de capas dentro da empresa.

Conhecemos a terceira instrutora do seminário, Celizia Cerqueira, que é engenheira agrônoma e trabalha na DANNEMANN a 24 anos, sua função atual é cuidar do cultivo de tabaco da semente até a secagem.

O quarto instrutor do seminário é Carlos Eduardo Santana, engenheiro agrônomo que é especialista em irrigação e fertirrigação de tabaco, que trabalha na DANNEMANN a 17 anos.

Ambos nos explicam todo o processo de produção de capas, como o próprio módulo diz, semear, plantar e colher, nessa parte podemos entender como funciona todo o processo, teoricamente, a prática vem mais tarde!

O conhecimento realmente é de alto nível, podemos fazer perguntas que por mais profundas que sejam, são respondidas com entusiamo, consigo ver a paixão de cada um deles pelo trabalho que realizam.

Depois de uma manhã cheia de conteúdo, partimos para um almoço na fazenda Santo Antônio, bem próximo.



Arraste para o lado para ver mais fotos



Depois do almoço, partimos para a parte prática, com suporte da Celizia Cerqueira, vamos para o campo!

Nessa fase vamos conhecer e fazer todos os processos com a próprias mãos.

Começamos pelas sementes, depois de uma explicação de como funciona, colocamos a mão na massa.

Cada participante começa a plantar suas próprias sementes, nessa parte já começamos a dar muito mais valor ao charuto, pois estamos entendendo a fundo o quão trabalhoso é cada processo que compõe essa indústria.

Depois vamos para o processo de “repicagem”, que se trata de deixar cada nicho da sementeira com apenas uma planta.

O próximo processo já vemos as mudas crescidas, prontas para serem transplantadas para o campo, cada participante seleciona algumas mudas e partimos para a plantação no campo em que vão crescer.

Arraste para o lado para ver mais fotos



Cada um com a suas mudas selecionadas, partimos para o campo, onde cada um teve o prazer de plantar suas próprias mudas, com as próprias mãos, os colaboradores da DANNEMANN marcam os furos na terra com a distância adequada entre cada planta, e cada um faz o plantio de várias mudas, mais um processo manual que leva tempo e precisa de muita dedicação.

Mudas plantadas, vamos para um campo onde as plantas já estão crescidas, é o momento de colher, cada um faz a colheita de duas folhas em cada planta do piso foliar mais baixo, essa seleção agora vai para a casa de secagem, mais um processo manual.

Chegando na casa de secagem, os participantes são ensinados a amarrar as folhas e entendem o processo como um todo, tivemos a oportunidade de ir em outras casas de secagem onde o processo já estava mais avançado.

Depois disso fomos conhecer as casas de fermentação, vale ressaltar que este seminário mostra um processo que é muito longo em alguns dias.

Arraste para o lado para ver mais fotos



Depois de todo processo prático no campo, voltamos para a “sala de aula”.

Desta vez o módulo se trata de uma avaliação sensorial de capas, Marcos Cerqueira, que é técnico agrícola e possui 36 anos de experiência se junta a Geraldo de Menezes para explicar mais sobre este processo.

A avaliação sensorial passa por alguns aspectos, como aparência, tato, aroma a frio e quente.

Cada participante recebe dois charutos feitos somente com folhas de capa, um Mata Fina e outro Santo Antônio, o foco é já ir pensando em qual capa irá utilizar no blend do seu charuto.

Arraste para o lado para ver mais fotos



Finalizamos o dia com um jantar no restaurante Pai Thomaz (bem próximo a pousada) e partimos para o descanso para o próximo dia.



DIA 2

O segundo dia também começa cedo, ás 7:30h todos já dentro do ônibus.

Chegando na Terra DANNEMANN, conhecemos mais um instrutor do seminário, Daniel Schmidt, que é engenheiro agrônomo, possui 25 anos de experiência e cuida das folhas de enchimento da empresa.

Nesta etapa, aprendemos muito sobre o tabaco na Bahia, processos, e todo o mecanismo que está por trás das folhas de enchimento que são usadas pela DANNEMANN.

Depois de um coffee break, fomos conhecer toda a parte de seleção de folhas de capa, e também pudemos conhecer as enormes pilhas de fermentação para o tabaco de enchimento, o tamanho surpreende, aqui conseguimos entender o quanto a empresa é importante para todos que estão envolvidos com ela, já que o tabaco de enchimento é comprado de agricultores locais, que são supervisionados durante todo o processo, esta tradição já dura a décadas.

Arraste para o lado para ver mais fotos



Depois de todo esse conhecimento adquirido, voltamos para a “sala de aula” para aprender um pouco de teoria, o tema agora é a Construção de um Blend, com Geraldo de Menezes, aqui, aprendemos diversos pontos importantes para a composição de um bom charuto.

Almoço novamente da fazenda Santo Antônio, e voltamos para a prática.

O módulo agora é Avaliação sensorial do enchimento e montagem do blend, nessa fase, cada participante recebe uma caixa de madeira personalizada, e dentro dela existem 3 nichos, onde cada um deles tem uma função diferente dentro de um charuto, recebemos também, folhas para as devidas avaliações, e 9 charutos, onde cada um representa uma dessas partes da planta e de safras diferentes.

É nesse momento que realmente inicia a construção do blend.

Tivemos tempo para fumar, avaliar, e anotar cada aspecto que a folha possui, nesse momento, todos já estão preenchendo a ficha com o blend que irão construir.

Arraste para o lado para ver mais fotos



Finalizamos o dia com um belo jantar na própria Pousada do Convento, onde podemos confraternizar mais uma vez.

Vale ressaltar também que toda a turma era muito agradável e viramos bons amigos!



Dia 3

Chegamos ao último dia do seminário, malas prontas e todos dentro do ônibus bem cedo.

Desta vez, o destino é a fábrica de charutos DANNEMANN, uma fábrica butique, com poucas torcedoras que fazem um trabalho com muito amor.

O primeiro passo é mostrar o blend para o mestre César Araújo, que é o master blender da DANNEMANN e supervisor de produção da fábrica, ele possui 30 anos de empresa, experiência é o que não falta.

Ele pode opinar e ajudar a tornar o blend mais agradável, em alguns casos, ele não sugeriu nenhuma alteração.

Depois, cada um torce seu próprio charuto, com ajuda das simpáticas torcedoras.

Charuto pronto, é hora de colocar a anilha DANNEMANN e a segunda anilha com o seu nome.

Experiência espetacular!

Arraste para o lado para ver mais fotos



Depois da fábrica, partimos para a fazenda Santo Antônio, desta vez, todos irão participar do projeto Adote uma Árvore.

Cada participante monta em um cavalo e seguimos para a floresta para plantar uma árvore, vale ressaltar que este projeto é de extrema importância para a região.



Árvore plantada, agora é hora do churrasco e da certificação

O resumo deste seminário é simplesmente espetacular.

O aprendizado passado aqui não existe em lugar nenhum do mundo, recomendo de olhos fechados!

Quero parabenizar também a Susanna Formella e a Letícia Cerqueira, ambas fizeram um trabalho impecável na organização, meus parabéns!

Arraste para o lado para ver mais fotos



Para se inscrever no próximo Seminário de Imersão DANNEMANN escreva para : susanna.formella@dannemann-sa.com.br

Vida longa!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *